BRASIL-Bolsonaro tenta antecipar chegada de vacinas da Índia; Fiocruz promete distribuição “no dia seguinte”

Ticker

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget


 

WWW.JONETBRASIL.COM.BR

BRASIL-Bolsonaro tenta antecipar chegada de vacinas da Índia; Fiocruz promete distribuição “no dia seguinte”

 



Diante da promessa do governo de São Paulo de iniciar a vacinação contra a Covid-19 no dia 25 de janeiro, o Governo Federal tem tentado acelerar os trâmites para conseguir implementar seu Plano de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 em todo o território nacional antes da data estipulada pela secretaria de saúde paulista.

O presidente Jair Bolsonaro enviou uma carta ao primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, uma antecipação na chegada das vacinas importadas pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) do laboratório Serum, sediado no país asiático. Assim como a Fiocruz, o Serum produz doses do imunizante desenvolvido pela AstraZeneca junto à Universidade de Oxford.

“Para possibilitar a imediata implementação do nosso Programa Nacional de Imunização, muito apreciaria poder contar com os bons ofícios de Vossa Excelência para antecipar o fornecimento ao Brasil, com a possível urgência e sem prejudicar o programa indiano de vacinação, de 2 milhões de doses do imunizante produzido pelo Serum Institute of India”, diz trecho do texto, obtido pelos jornalistas Julio Wiziack e Ricardo Della Coletta, da Folha de S. Paulo. Bolsonaro e Modi são próximos politicamente.

Nesta sexta, a Fiocruz pediu à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a autorização temporária de uso emergencial deste imunizante. Segundo a Anvisa, pedido é para o uso das 2 milhões de doses importadas do laboratório indiano.

Em nota, a Fiocruz ainda informou que a expectativa é que a distribuição das doses seja realizada um dia depois da chegada dos lotes encomendados. “As vacinas prontas chegarão pelo aeroporto RIOGaleão, no Rio de Janeiro, e seguirão, no mesmo dia, para a Fiocruz para rotulagem. No dia seguinte, a partir de Bio-Manguinhos, na Fiocruz, as vacinas poderão seguir diretamente para a distribuição, que está sob responsabilidade do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19. A data certa para a chegada dessas vacinas será confirmada em breve”, anunciou a fundação.

A presidente da instituição, Nísia Trindade, ainda celebrou o pedido emergencial. “Este é um momento histórico para a Fiocruz. A submissão desse pedido de autorização para uso emergencial da nossa vacina covid-19, desenvolvida em parceria com a unidade de Oxford e a farmacêutica AstraZeneca, é um passo importante para que possamos ter acessível, no Programa Nacional de Imunizações (PNI), uma vacina eficaz e segura para o Sistema Único de Saúde. Num momento de tantas dificuldades, em que lamentamos a perda de tantas vidas no Brasil e no mundo, 2021 se inicia com a esperança de termos um caminho, ainda a ser trilhado, de superação dessa crise”, declarou.

Fonte: Fórum

Postar um comentário

0 Comentários